Cadeiras

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Cadeira n. 33 - Francisco José Sinke Pimpão

Patrono da cadeira n. 33 - Sebastião Paraná

Francisco José Sinke Pimpão nasceu a 21 de dezembro de 1953, em Curitiba/PR. 

Em 1978 bacharelou-se em Administração de Empresas, pela Faculdade de Ciências Administrativas e Comércio Exterior do Paraná. Pós-graduação em Engenharia de Produtos e Marketing pela Escola Superior de Propaganda e Marketing – ESPM, do Rio de Janeiro, participou ao longo dos anos de diferentes cursos, dentre os quais se destacam: Desenvolvimento de Executivos – University of Texas; Marketing Estratégico – European Institute of Business Administration (ENSEAD); Especialização em Administração de Empresas – FAE; Desenvolvimento Gerencial – Fundação Dom Cabral. 

Suas atividades profissionais foram iniciadas em 1975 na construtora Farid Surugi. Em seguida, na Clinica São Judas Tadeu, onde, com o tempo, tornou-se Superintendente Administrativo e Financeiro. Em 1980, se transferiu para o Banco Bamerindus do Brasil, depois HSBC, permanecendo na empresa até março de 2006. 

Foi instrutor e professor em diversos cursos destinados a executivos, dedicando-se a transmitir conhecimentos nas áreas de Planejamento Estratégico e Marketing. No exterior, atuou junto a diversas instituições nos estudos pioneiros para viabilizar a implantação do chamado ‘comercio virtual’ e ‘cartões de crédito multimarcas’. Dedicou-se ao estudo e aplicabilidade da Gestão de Processos nas Organizações, fruto de 27 anos de atuação no mercado.

O seu trabalho intitulado “Atendimento - Abordagem do Cliente no Ponto de Venda”, publicado no livro Reflexões & Práticas, da Fundação Avelino Vieira, foi destaque no meio empresarial paranaense no ano de 1988, o que lhe valeu um prêmio recebido no XIII Congresso Estadual Lojista do Paraná. 

Escreveu e publicou o romance “O Dia em que a Muiraquitã Virou Gente”, o livro “O Espelho da Alma”, sobre simbologia maçônica, o livro “Jubileu de Ouro ARLS União em 33”, história da Loja Maçônica União em 33, e os romances "O Protetorado" e "Operação Braunau". 

Entidades que pertence:
Academia de Cultura de Curitiba, 
Academia Paranaense de Letras Maçônicas, tendo por patrono Emiliano Perneta.
Academia de Letras do Brasil – Seção Paraná 
Associado do Centro de Letras do Paraná.

Fontes: Editora Juruá e O Escritor

Nenhum comentário:

Postar um comentário