Cadeiras

terça-feira, 29 de novembro de 2016

Fernando Vasconcelos (1937 - 2010)

Patrono da Cadeira n. 11

Fernando Vasconcelos (Fernando Silvio Roque de Vasconcelos), jornalista e publicitário, nasceu em Diamantina/MG, a 2 de setembro de 1937, radicou-se em Ponta Grossa/PR, onde veio a falecer em 17 de abril de 2010.

Filho de Sandoval Roque dos Santos e Maria de Lurdes de Vasconcelos Roque (poética Tia Velha), foi casado com Jelena Ruta e sete filhos e três netos.

Recebeu várias honrarias do poder público e da iniciativa privada, entre os quais:

Título Cultural
Placa do Mérito Regional
Prêmio Rotary 98/área de Artes
Placa Homenagem por Incansável Jornada Literária (Sesc)
Título de Cidadão Ponta-Grossense (Lei 3.207 de 11/12/1979),
Mérito Leonístico Putanqui – Cultural,
Honra ao Mérito do Rotary Club 2009.
Pertenceu a dezenas de entidades culturais, inclusive em Portugal, sendo o vice-presidente da Academia de Letras dos Campos Gerais.
Comenda Causas Imortais, em homenagem meritória, por sua profícua existência acadêmica e literária, pela Academia de Letras do Brasil/Paraná.

Conta com 170 premiações literárias nacionais e internacionais.

São seus livros publicados:
– Pequena Consciência (1974)
– As Narrativas de Nhô Fela (1983)
– Nos Espaços D’Alma (1985)
– Êta Vida Besta, Sô! – (1990)
– Estou Nascendo Para a Trova (1994)
– Pô, Meu! (1995)
– A Danadinha da Crase ( 1997)
– Da Cacimba do Coração (1998)
– Fiapico (1998)
– Abaretama – a sedução do guerreiro (1999)
– Os Pombinhos do Deus Tupã (2003)
– Eu Conto (2004)
– Gotinhas de Orvalho (2005)
– Branduras (2007).

Nenhum comentário:

Postar um comentário