Cadeiras

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Elias Domingos (1917 – 1997)

                                                                                                                     Patrono da cadeira n. 20
 
Elias Domingos, filho de Domingos Calixto e Maria Jorge, nasceu em 4 de novembro de 1917, na cidade de Arceburgo, Minas Gerais.

Embora não tenha nascido em Pinhalão, tornou-se pinhalonense por opção e amor à terra, onde viveu por mais de setenta anos.
Edificou brilhante conquista literária tornando-se, atraente romancista, poeta iluminado e trovador da mais alta envergadura.

A criatividade talentosa, o estilo sóbrio e a impecável correção gramatical fazem com que o escritor Elias Domingos mereça lugar honroso nas históricas páginas da literatura paranaense e nacional.

Suas numerosas trovas tinham o intuito de transmitir ideias edificantes, caracterizando-se, sobretudo, pela natureza educativa, com o intuito de enriquecer a alma do leitor de qualquer idade cultural.

Era membro de diversas academias nacionais e internacionais:

– Centro de Letras do Paraná;
– Centro Cultural “Euclides da Cunha” (Ponta Grossa)
– Academia de Letras José de Alencar;
– Instituto de Cultura Americana (Argentina), como membro de honra
– Grupo Americanista de Intelectuales y Artistas (Uruguai)
– Instituto de Cultura Americana – Seção Brasileira (Membro de Honra)
– Sociedade Geográfica Brasileira, de São Paulo (Medalha Marechal Cândido Mariano da Silva Rondon)
– Instituto de Poesia Internacional (Porto Alegre/ RS)                                                            

Faleceu em 18 de novembro de 1997, após completar oitenta anos de idade.

Fonte:
ANDRADE, Lairton Trovão de Andrade. Trovas de Elias Domingos. Portal CEN, 2007.

Nenhum comentário:

Postar um comentário